quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Problemas com a comunicação

   Ter problemas na comunicação é um problema infelizmente mais comum do que gostaria que fosse e esse problema acaba levando a outros problemas que tomam ainda mais tempo do que a comunicação em si.

   Abaixo estão problemas típicos de ambientes que encontramos problemas de comunicação.

   ● Dificuldade de membros assumirem responsabilidades.
   ● Dificuldade na comunicação entre departamentos, o que leva um a assumir a responsabilidade do outro e os dois se dedicam na mesma coisa, ou pior, ninguém faz nada.
   ● Necessidade do pastor (ou outro tipo de líder) exercer maior autoridade diante dos membros.
   ● Acesso limitado às informações da igreja.
   ● Poder de análise do conjunto acaba prejudicado.

   Alguns pontos da comunicação que devem ser analisados para a obtenção do sucesso na comunicação:

Estrutura

   ○ A apresentação de tópicos para a discussão antes de cada reunião (pelo menos um dia) e a presença dos principais (ativos) membros da comissão significa que a reunião tende a ser mais eficaz em termos de resolução de problemas e de economia do tempo.
   ○ A estrutura levava à preparação prévia, quando os participantes podiam digerir os tópicos e vir preparados para fazer ou responder as perguntas difíceis.

Comunicação clara

   ○ As conversas diretas, o ato de ouvir ativamente e a pressão para manter os diálogos dentro de uma linha lógica afastam as discussões das respostas sem clareza ou um simples “sim ou não” para respostas do tipo, “sim... [o que precisa ser feito para conseguir o resultado estimado]”.

Frequência

   ○ A realização constante de reuniões melhora a comunicação como um todo e mantem todos membros da comissão atualizados, assim como os membros dos departamentos representados por um membro da comissão.
   ○ A frequência de reuniões com participantes de variados níveis da “hierarquia” da igreja pode dar visibilidade a comissão, conquista apoio dos membros como um todo.

Para a Igreja

   ○ Demonstre á igreja seu apreço adaptando a apresentação ao público e oferecendo incentivos específicos (que não necessitam ser materiais) para motivar a congregação a agir.
   ○ Uma apresentação feita pelo pastor da igreja não apenas enriquece a apresentação ao demonstrar a sinceridade e a seriedade do projeto, como gera uma estrutura interna para realização do projeto, levando os responsáveis dentro da igreja a cumprir os compromissos externos (em essência, criando um senso de urgência e responsabilidade dentro da igreja).