terça-feira, 18 de novembro de 2014

Estratégia para estabelecer boa comunicação

   No post anterior falei sobre a importância da comunicação para um trabalho em equipe, seja em um escritório, multinacional ou mesmo numa igreja. Aqui vou dar cinco passos para estabelecer as dicas que dei acima em uma comissão de igreja (que é a minha área), mas que pode ser usada em ambientes empresariais (com as devidas adaptações) .

   São cinco os passos que você precisa para estabelecer uma boa comunicação dentro da sua comissão.

1º Passo – Documente e compartilhe todas as informações de contato de todos os membros da comissão. Telefone, celular, e-mail e mesmo o Facebook, são todas ferramentas poderosas para a troca de informação. Após essa parte, defina um escopo geral do projeto para a igreja. Ponto de partida e para onde queremos chegar.

2º Passo – Definir consensualmente uma programação de reuniões compatível com a natureza do projeto e da igreja. Geralmente se tem uma reunião por mês, mas nada impede de uma reunião extra para eventos como Semana Santa, Colheita de Primavera, Semana da Família...

3º Passo – Todas as reuniões devem ter uma pauta clara. Como pastor sou contra discutir qualquer coisa em uma comissão de igreja que não havia sido pautada com antecedência. Além disso, todos os coordenadores de projetos dentro da igreja deveriam ter em mãos seus planos, metas atingidas, objetivos a cumprir especificadas e ou novos planos de ação.


4º Passo – Usar e-mail com frequência para manter toda a comissão atualizada com relação aos projetos adotando um formato uniforme e de mensagens curtas. Isso vai dar uma velocidade maior em todas as comissões, pois quando um assunto entrar na discussão, todo mundo já esta sabendo do que esta acontecendo.

5º Passo – Ao avaliar os prós e contras das questões e ideias, lembre-se de separar a pessoa das questões e ideias na discussão. Avaliem as ideias com mérito na sua formulação e capacidade de trazer a congregação os resultados esperados.

   Siga esses passos e veja se a eficiência do trabalho não vai ser melhorada.